BPM

BPM – Business Process Management – Ou Gerenciamento de Processos de Negócios é uma abordagem metodológica para identificar, desenhar, executar, documentar, medir, monitorar e controlar processos a fim de alcançar resultados consistentes e alinhados com os objetivos estratégicos, permitindo uma melhoria significativa nas atividades operacionais bem como nas áreas estratégicas da Organização.

Na prática, o BPM surge como uma inovação no modo de gerenciar uma organização, já que com a aplicação desta metodologia consegue-se visualizar os processos que realmente agregam valor para o cliente final.

Um ponto importante a se destacar nesse conceito é o entendimento “ponta-a-ponta” da organização, que consiste na percepção da necessidade do cliente e naquilo que as empresas irão desenvolver para entregar ao mesmo.

Muitas empresas já adotaram a metodologia do BPM como estrutura gerencial para se destacarem no mercado, uma vez que um novo cenário competitivo está se moldando nas organizações. E qual é esse cenário que as empresas estão vivendo?

– Necessidade das empresas serem mais enxutas e flexíveis;

– Clientes cada vez mais exigentes;

– Competição Globalizada;

– Valorização dos Indivíduos, do conhecimento e da Inovação;

– Maior complexidade e incerteza nas operações (RISCO);

– Crescimento da Terceirização;

– Uso intensivo da TI nos Negócios;

Essas são abordagens chaves do cenário atual das organizações. E para aumentarmos nossa competitividade, o BPM contribui para que as empresas sejam mais eficientes em suas tomadas de decisão e, consequentemente, possam gerar melhores resultados.

 

Qual a importância de se ter uma empresa orientada por processos?

Uma das principais vantagens de uma organização ser gerenciada por processos é a capacidade de visualizar a interação dos setores ou áreas. Muito mais do que a expressão “minha parte eu fiz”, as pessoas normalmente só conseguem visualizar as atividades desenvolvidas dentro do seu setor, e se contentam em entregar aquilo que o “setor” ou gerente do setor exigiu. Quando uma organização é gerenciada por processos, os funcionários e diretores conseguem visualizar as atividades como um todo, identificando soluções e melhorias operacionais naquelas que realmente agregam valor.

 

Qual é o resultado em valores que uma organização obtém ao aplicar o BPM?

Através de pesquisas realizadas por instituições competentes, pode-se notar que na maioria das empresas mais de 60% das atividades operacionais realizadas não geravam valor, ou seja, as atividades desenvolvidas no dia a dia não impactavam diretamente no produto/serviço a ser entregue ao cliente. Em trabalhos realizados na implantação do BPM foi possível identificar casos em que as empresas tinham mais de 70% das atividades produtivas que não geravam valor.

 

Qual o tempo para se implantar BPM?

A implantação desta metodologia busca uma mudança cultural nas organizações. Dado o alto grau de discussão em seminários e reuniões especializadas, o BPM facilita as organizações a implantarem essa mudança cultural, já que toda discussão ou melhoria da empresa estará centrada em processos/atividades e não em pessoas ou setores. Portanto, a estimativa de prazo de implantação é bastante relativa e depende do tamanho e da complexidade de cada empresa. Porém, podemos afirmar que uma vez implementado, a próxima meta da empresa é a busca pela maturidade da gestão de seus processos.

 

Como faço para implementar BPM?

Talvez, muitos empresários pensem que gestão por processos é desenhar caixinhas e montar fluxogramas. Não, BPM não é isso.

Para implantar BPM, as empresas necessitam de especialistas que consigam entender o desenvolvimento de cada atividade, como elas se relacionam e quais os valores que elas geram. Para isso, é aplicado ferramentas de modelagem que consigam demonstrar em todas as etapas as informações contidas em cada atividade.

 

O BPM é uma “moda em gestão”?

Não. Podemos afirmar que muito mais que uma metodologia, o BPM une vários conceitos e ferramentas de qualidade, tais como Lean, Six Sigma e FMEA que são aplicados de acordo com a característica de cada organização, tornando-se uma metodologia cultural dentro das organizações.

 

Gabriel Puntel Fiori – Sócio Fundador da SOWER PARTNERS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *